VAMOS ADIAR A MICARETA . QUESTÃO DE COERÊNCIA!


Nos últimos 20 anos o dengue vem causando muitos transtornos ao nosso país. No rastro do dengue, muitas doenças emergem, conseqüentes ao caótico sistema de assistência à saúde pública.

Dizem, que muito se tem investido no combate ao dengue. Alguma coisa deve estar equivocada, pois, a cada ano, novos casos têm superlotado os já superlotados hospitais e postos de saúde públicos e privados.

Os mais de 70 milhões de reais, do erário público federal, estadual e municipal, investidos no carnaval de Salvador, no curso de uma epidemia do dengue e de um surto de meningite meningocócica, comprovam a total falta de compromisso com a moralidade e responsabilidade social, que bem caracteriza a incoerência dos seus gestores.

A situação em Itabuna e demais cidades do sul do estado, já era calamitosa em relação ao dengue e, ter realizado o carnaval nessas cidades, comprova, sem sombra de dúvidas, um erro lamentável.

Feira de Santana, tem o segundo maior entroncamento rodoviário do Brasil, além disso, é uma cidade referência na prestação dos mais diversos serviços e, em especial, na área da saúde para mais de quatro milhões de baianos.Mesmo assim, tem uma rede hospitalar pública e privada deficiente para essa demanda.

Realizar uma festa como a Micareta, no curso de uma epidemia do dengue, com todos os leitos hospitalares ocupados e com a possibilidade de um surto de meningite meningocócica, tendo como exemplo, Salvador e as grandes cidades que promoveram o carnaval, se não beira à incompetência administrativa, coisa mais suja deve caracterizar tamanha insanidade.

Eduardo Leite
www.politicaecorrupcaonasaude.blogspot.com
VAMOS ADIAR A MICARETA . QUESTÃO DE COERÊNCIA! VAMOS ADIAR A MICARETA . QUESTÃO DE COERÊNCIA! Reviewed by Eduardo Leite on 3/27/2009 05:07:00 PM Rating: 5

3 comentários:

Eudes Oliveira disse...

O senhor está coberto de razão.Aqui em Porto Seguro, a situação estava insustentável, agora, depois do carnaval, está indescritível.Mas, tudo é festa por aqui e em Brasília, celeiro dos picaretas.

Albertino Trindade disse...

A sua iniciativa é nobre e merece o reconhecimento de todos.Mas com certeza a inconsequência comercial e politica vai sobrepor a sua coerência profissional.

José Rogério disse...

A Lista de Schindler, me reporto ao final desse filme cujo o ator principal tinha trocado dinheiro para salvar vidas,e ainda assim ele encontrava-se desesperado porque achava que poderia ter salvado mais vidas. Do mesmo modo, por causa da dengue, eu me pergunto, quantas vidas valem a micareta? Ou melhor quantas vidas valem o dinheiro que não pode ser perdido na micareta?

Tecnologia do Blogger.