PÁSCOA, INTOLERÂNCIA, BEBIDA ALCOÓLICA E FAMÍLIA.



Os números nas emergências e nas delegacias não negam: aumenta a cada ano o número de vítimas da violência no período da Páscoa.

Um período de fundo religioso em todo o mundo onde a confraternização, a meditação e amor ao próximo são exaltados. No Brasil, pelo menos, é palco de desentendimento em muitas confraternizações familiares e entre estranhos nos diversos bares, estes, cada vez mais numerosos.

O que significa? Qual a explicação para o crescimento da violência num período onde a religiosidade, a confraternização e a Paz são o foco principal?

Sucintamente: a decadência da sociedade ou da família, afinal, uma sociedade é formada a partir da família.

Vivemos numa sociedade onde os valores da ética, da moralidade e da retidão do caráter viram motivo de piada.Uma sociedade onde o ensino é cada vez mais decadente.Uma sociedade onde os dirigentes primam pela ganância ao lucro fácil que o poder lhes pode proporcionar,dela, pouco podemos esperar.

Aliada a essa decadência, sem sombra de dúvidas, é a tolerância bancada pelo lucro da indústria e da comercialização da bebida alcoólica um dos principais fatores para a desagregação da nossa sociedade.

Se há na sociedade uma conscientização e medidas contrárias por parte dos diversos segmentos contra o fumo, perguntamos: porque não há essa mesma conscientizarão contra a bebida alcoólica?

Eduardo Leite

gastroajuda@hotmail.com

PÁSCOA, INTOLERÂNCIA, BEBIDA ALCOÓLICA E FAMÍLIA. PÁSCOA, INTOLERÂNCIA, BEBIDA  ALCOÓLICA E FAMÍLIA. Reviewed by Eduardo Leite on 11:28 AM Rating: 5

Um comentário:

Anna Paula Bloise disse...

gostei do blog, mt legal (:
abraço

Tecnologia do Blogger.