A FESTANÇA CONTINUA . ATÉ QUANDO ?

Renovado após as eleições parlamentares que elegeram os novos presidentes do Senado e da Câmara, o Congresso mantém projetos de moralização da política na gaveta desde legislaturas anteriores.

Em 8 de julho de 2008, empurrada pelo noticiário, o Senado aprovou um projeto que impedia políticos de ficha suja de disputar eleições depois de condenados na primeira instância do Judiciário. Na Casa, a medida está na gaveta há mais de seis meses.

Em quase todos os estados da federação juízes e desembargadores são suspeitos de venda de sentenças e outras irregularidades.

Suspeito de participação no esquema de pagamento de propina pela Alstom a integrantes do governo tucano paulista, o conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Robson Marinho, será agora investigado por uma sindicância no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

A operação João de Barro, que levou para a cadeia 25 pessoas de uma quadrilha que desviava recursos de prefeituras em vários estados, é apenas a ponta de um esquema de corrupção que se repete há anos no país.

Desvio de recursos, superfaturamento, fraudes em licitação e dezenas de outras irregularidades foram detectadas em todas as 720 prefeituras, com até 500 mil habitantes, auditadas pela Controladoria Geral da União, a partir de 2005.

Escândalos e mais escândalos é essa a nossa realidade, tanto no senado, como na câmara, nas prefeituras, nos estados e nos diversos ministérios.

Esse cotidiano vergonhoso que resulta em desvio de bilhões de reais que poderiam ser aplicados na educação, na saúde, na segurança, em investimento para o micro e pequeno produtor, resulta uma nação de miseráveis.

Diante das verdadeiras denúncias do senador Jarbas Vasconcelos, sobre a corrupção na política, na semana passada em reportagem à revista Veja, os políticos atingidos, a grande maioria refugia-se no silêncio que os comprometem e com aliados fortes no poder judiciário esperam a onda passar ao rufar dos tambores, cuícas, guitarras e atabaques das escolas de sambas e trios elétricos desse imenso carnaval-Brasil , afinal, como na semana passada, tudo é festa. Vamos então brindar? A quem? Até quando ?

Eduardo Leite
eduardoleite@gastroajuda.com.br
A FESTANÇA CONTINUA . ATÉ QUANDO ? A FESTANÇA CONTINUA . ATÉ QUANDO ? Reviewed by Eduardo Leite on 7:27 AM Rating: 5

2 comentários:

Anônimo disse...

De gole em gole o galo enche o papo.Até quando? Pergunta a perplexa galera informada. E a galera desinformada e adormecida pelo discurso populista embriaga-se com as trocas que faz com o bolsa esmola.La nave vá.

Ubaldino Correia disse...

Como diria o Boris Casoy: ISSO É UMA VERGONHA.

Tecnologia do Blogger.